A gente aprende mais num ambiente agradável!

A gente acha que ter uma boa metodologia de ensino não é o bastante. Por isso, nos esforçamos em criar um ambiente confortável e didático para estimular nossos alunos cada vez mais. Não é à toa que somos uma das melhores universidades do país.

Relações Internacionais

Se você tem interesse profissional pelos assuntos ligados às interações entre povos, nações e empresas, o curso de Relações Internacionais é o seu lugar. O futuro profissional é apresentado a temas sobre Política, Economia, e Direito para realizar análises sobre os fenômenos mundiais e a relação deles com o Brasil.

Posts Recentes

O que é diplomata? Conheça carreira profissional

A diplomacia é uma ferramenta muito importante para todos os países, inclusive o Brasil. Ela é exercida pelo diplomata. Mas o que é diplomata, exatamente? Hoje iremos conhecer tudo sobre esse profissional e suas atividades.

Esse é o trabalhador que lida diariamente com questões internacionais. Assim, representa seu país frente a outras nações e auxilia em negociações, bem como na manutenção do bom relacionamento entre os países.

Para isso, ele precisa passar por uma seleção, bem como obter uma série de conhecimentos prévios, como destreza em línguas estrangeiras, e diploma em graduação de ensino superior. Continue lendo para saber mais sobre a profissão.

o que é diplomata

DICA: Cursos de Graduação EaD na Estácio com desconto. Acesse agora!

O que é diplomata?

Esse é o nome que se dá aos profissionais que atuam como instrumento de política externa, representando seu país em território internacional. Eles são sempre servidores públicos, uma vez que trabalham em prol de interesses dessa natureza.

Com isso, responsabilizam-se por travar boas relações e auxiliar em negociações e parcerias entre nações, o que é essencial para a política internacional e para o desenvolvimento de qualquer nação. Afinal, todas possuem recursos próprios, mas necessitam também de outros que não têm produção em seu país.

Além disso, cabe destacar que o que é ser diplomata vai muito além das relações comerciais. Esse profissional também garante parcerias para planejamentos, ações sociais e troca de ajuda.

Por exemplo, considere o atual momento da pandemia. O trabalho dos diplomatas se torna imprescindível para as questões que envolvem a compra de vacinas e de insumos, bem como a prestação de auxílio entre as nações, seja com médicos ou equipamentos.

É por isso, aliás, que essa é uma profissão tão importante e que existem tantos candidatos a tomarem os postos que ela oferta. Assim, trabalha-se em prol do desenvolvimento do seu país e do mundo, no geral.

Quais são as atividades do diplomata?

São inúmeras as responsabilidades que o profissional assume ao se tornar o que é diplomata. Dentre elas estão a promoção de interesses da sua nação de origem, prezar pelo respeito entre nações e trabalhar para preparar terreno para que a relação seja promissora.

Isso é essencial não apenas em tempos de crise, mas para o desenvolvimento contínuo de qualquer país. É preciso ter em mente que nenhuma nação obtém crescimento de forma isolada, sendo cruciais as parcerias e boas relações.

Negociação de acordos internacionais 

Uma das atividades que o diplomata assume se refere à negociação de acordos internacionais. Eles podem ser unilaterais, bilaterais ou múltiplos. Assim, considere acordos comerciais, ambientais, de aplicação de leis e respeito aos direitos humanos, dentre outros.

Relações culturais internacionais 

Ainda, o diplomata também assume o papel de promover as relações entre os países e isso vai além do viés financeiro, comercial ou de auxílio mútuo. A cultura é extremamente importante e a troca dela também.

Por isso, não raro os diplomatas promovem acordos que envolvem universidades dos países para intercâmbios ou, então, estimulam a criação de leis mais brandas e menos burocráticas para trocas turísticas.

Atuação sobre o comércio exterior

Além disso, o diplomata é essencial para o desenvolvimento do comércio exterior. Isso envolve parcerias com taxas de importação e exportação mais viáveis para um país ou um grupo de nações.

Igualmente, ele é essencial para a compra de insumos necessários mediante crises, como é o caso da pandemia.

Prestação de auxílio aos brasileiros no exterior

Outro ponto importante do que é o diplomata e quais são as suas atividades é que ele se presta ao auxílio de brasileiros que estejam no exterior, no país em que ele atua. Por exemplo, no pedido de abrigo ou para auxílio mediante emergências.

Informação ao governo brasileiro

Por fim, o diplomata também tem a responsabilidade de manter o governo brasileiro informado sobre seus interesses, como possíveis negociações, ameaças e mudanças de postura de outras nações.

Close-up de empresários bem-sucedidos apertando as mãos no escritório Foto Premium

Como se tornar um diplomata?

Embora seja muito comum que profissionais com diploma no curso superior de Direito assumam esse cargo, cabe ressaltar que ele não é exclusivo a eles. A diplomacia e o exercício do que é diplomata está disponível para qualquer pessoa com graduação superior completa.

Entretanto, não basta ter em mãos o certificado universitário. Igualmente, ele deve ter fluência em uma ou mais línguas estrangeiros. Da mesma forma, é imprescindível que obtenha aprovação em concurso público. Sua promoção cabe ao Instituto Rio Branco. Esse é o órgão próprio da diplomacia no Brasil.

O concurso público para se tornar o que é diplomata leva o nome de Concurso de Admissão. Ao ser aprovado o candidato não apenas se torna um instrumento de diplomacia do Instituto Rio Branco, mas do Ministério das Relações Exteriores, com hierarquia máxima nesse meio.

Ainda, ao passar no concurso público para se tornar um diplomata o candidato tem a obrigação de participar de outros cursos formadores. Há um extenso treinamento para que ele possa, então, representar o Brasil em território estrangeiro.

Após, ele é designado para algum país, onde sua atuação passa a ter o viés de posicionamento do Governo Brasileiro frente à nação estrangeira.